Super Manhã / Passando a limpo

Geraldo Freire

access_time

10:00

Super Manhã / Tudo é notícia

Geraldo Freire

access_time

11:00

Debate da Super Manhã

Geraldo Freire

Super Manhã / Passando a limpo

Geraldo Freire

access_time

10:00

Super Manhã / Tudo é notícia

Geraldo Freire

access_time

11:00

Debate da Super Manhã

Geraldo Freire

search close
FEMINICÍDIO

Homem é preso após espancar companheira até a morte em Sanharó

Segundo a avó da vítima, José Ednaldo da Silva Oliveira, de 20 anos, era muito ciumento e deu vários chutes na cabeça da companheira

Foi encaminhado para o Presídio Desembargador Augusto Duque, em Pesqueira, no Agreste de Pernambuco, nesta sexta-feira (31), o homem suspeito de espancar até a morte a companheira. José Ednaldo da Silva Oliveira, de 20 anos, teve a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva.

O crime aconteceu no fim da tarde desta quinta-feira (30), no bairro Nossa Senhora de Fátima, na cidade de Sanharó, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, Poliana Martins da Silva, 18 anos, foi agredida com vários chutes na cabeça pelo companheiro.

Os vizinhos acionaram a polícia e quando a equipe chegou, o homem ainda agredia Poliana e tentou reagir à prisão. A vítima foi levada para a Unidade Mista João XXIII, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. Ainda segundo a PM, a jovem sofreu fraturas múltiplas em decorrência da agressão.

Confira os detalhes na reportagem de Renata Araújo: 

Prisão 

Segundo o delegado Rômulo César, o casal havia bebido durante a tarde. A jovem teria dito que queria sair, mas o companheiro dela negou e começou a agredi-la. A vó da vítima, Quitéria Martins, de 77 anos, que era vizinha de Poliana, ouviu um barulho e ao chegar no local viu o homem agredindo sua neta. Ela contou que Ednaldo era muito ciumento.

José Ednaldo foi detido e levado para a Delegacia Seccional de Belo Jardim, onde foi autuado em flagrante pelo crime de feminicídio. Ele foi preso após audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (31). O corpo de Poliana foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, também no Agreste.


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.