O Redator de Plantão

Ciro Bezerra / Paulo Roberto

access_time

06:30

O Bandeira 2

Eliel Alves

access_time

07:00

Super Manhã / Primeira Página

Geraldo Freire / Paulo Roberto

O Redator de Plantão

Ciro Bezerra / Paulo Roberto

access_time

06:30

O Bandeira 2

Eliel Alves

access_time

07:00

Super Manhã / Primeira Página

Geraldo Freire / Paulo Roberto

search close
PREVISÃO DO TEMPO

Inmet alerta para chuva intensa no Sertão de Pernambuco

Segundo o Inmet, as chuvas na região estão em grau de “perigo potencial”. Há risco, de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas

Com informações do JC Online
Segundo a Defesa Civil, não foram registradas ocorrências relacionadas à chuva em Petrolina
Na última segunda-feira, petrolina registrou metade da chuva esperada para o mês em apenas 24 horas
Marco Aurélio/Rádio Jornal

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), órgão ligado ao Ministério da Agricultura, emitiu um novo alerta de chuva intensa para o Sertão de Pernambuco. Segundo o Inmet, as chuvas na região estão em grau de “perigo potencial”.

Nessa categoria, há risco, ainda que baixo, de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas. O alerta, divulgado nessa terça-feira (4), é válido até as 22h desta quarta-feira (5).

Ainda de acordo com o órgão, 53 municípios em Pernambuco serão atingidos pelas chuvas, entre eles Petrolina, Petrolândia, Belém de São Francisco, Quixadá, Ouricuri, Sertânia e Serra Talhada.

No Estado, na região do São Francisco, a temperatura deve variar entre 22º e 35º. Para o Sertão do Pajeú e Araripe, a temperatura fica entre 17º e 35º.

Em 24h, Petrolina registra mais da metade da chuva prevista para dezembro
Prefeitura de Petrolina mapeia áreas atingidas pela chuva

De acordo com o órgão, as chuvas devem atingir, além do Sertão pernambucano, todo o Estado da Bahia e o Piauí, e parte de Alagoas, Paraíba e Ceará.

Chuvas intensas

Entre o último domingo (2) e a segunda-feira (3), Petrolina, no Sertão, registrou, em menos de 24 horas, mais da metade das chuvas previstas para o mês de dezembro. A precipitação causou alagamentos em toda a cidade, sem maiores danos.


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.