O Redator de Plantão

Ciro Bezerra / Paulo Roberto

access_time

06:30

O Bandeira 2

Eliel Alves

access_time

07:00

Super Manhã / Primeira Página

Geraldo Freire / Paulo Roberto

O Redator de Plantão

Ciro Bezerra / Paulo Roberto

access_time

06:30

O Bandeira 2

Eliel Alves

access_time

07:00

Super Manhã / Primeira Página

Geraldo Freire / Paulo Roberto

search close
DENÚNCIA

Seis delegacias de PE podem fechar por falta de pagamento de aluguel

De acordo com o Sinpol, o Governo do Estado deve 17 meses de aluguel em São José do Egito. O Estado também está em débito com os aluguéis de onde funcionam as delegacias de,pelo menos, outras cinco cidades.

Delegacia recebeu ordem de despejo por aluguéis atrasados
Delegacia recebeu ordem de despejo por aluguéis atrasados
Foto: Google Maps/Reprodução

A crise chegou às delegacias da Polícia Civil do interior do Estado. De acordo com o Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco, pelo menos seis cidades de Pernambuco correm o risco de ficar sem delegacia porque o governo estadual não pagou os alugueis dos prédios. 

Em São José do Egito, o proprietário José Aldo Gomes está há 17 meses sem receber o aluguel da propriedade e pediu a devolução do imóvel. O delegado da cidade Paulo Henrique de Medeiros já enviou um ofício aos vereadores da cidade informando que, a partir do dia 17, os atendimentos e servidores da delegacia serão transferidos para Afogados da Ingazeira, cidade vizinha. 

Delegacia no Sertão vai fechar porque aluguel não foi pago

Mesmo com o próprio salário e dos secretários e inativos atrasados, o prefeito da cidade, Evandro Valadares (PSB), admitiu que a prefeitura pode assumir os aluguéis das futuras instalações. Saiba mais na reportagem de Anchieta Santos:

 

O caso não acontece apenas em São José do Egito. Em Aliança, na Zona da Mata Norte, o Estado deve 13 meses de aluguel. O quadro se repete m Santa Teresinha, no Sertão do Estado, são 13 meses sem pagar o aluguel.

No Sertão, as dividas se repetem em Brejinho, com 9 meses de débito; em Tuparetama, onde já chega a 8 meses, e em Tabira, que já chegou a atrasar 15 meses. O proprietário deste último, conhecido Aldo da Vidraçaria, diz que já tentou diversas formas de negociar o débito. "O que me chama atenção é que ninguém sabe nada, a gente procura  na delegacia e ninguém informa nada. Já ligamos para Recife e o pessoal do empenho diz que está tudo certo, mas não podem fazer nada", diz. "A gente paga impostos. Eu devo a ele e eu pago. Ele me deve e não me paga. Incrível, né?", completa. 

SDS desmente

A Secretaria de Defesa Social negou que o Estado esteja devendo aluguéis em São José do Egito. A SDS diz que não haverá qualquer prejuízo para a população e que o proprietário do prédio inventou um motivo para pedir o imóvel de volta.

Secretário de Defesa Social nega que delegacia esteja devendo aluguel no Sertão

Governador garante funcionamento

O governador Paulo Câmara afirmou que a delegacia vai continuar funcionando em São José do Egito. "Está se vendo essa questão. A gente está vendo outro imóvel para ocupar, mas a delegacia vai continuar a funcionar nesse município", garante.


COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.