MOVIMENTO

Psicologia em Movimento: Saber perdoar é mais que uma virtude


Psicólogo Sylvio Ferreira fala sobre as maiores dificuldades que as pessoas têm em perdoar

Fellipe Leandro
Fellipe Leandro
Publicado em 20/02/2019 às 0:30
Reprodução/Internet
FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

Saber perdoar é muito mais do que uma virtude, é uma necessidade imperativa, é uma questão de saúde. Especialmente quando a dificuldade ou a recusa em perdoar é resultante de mágoas ressentimentos. É quando a falta de perdão implica em diversas formas de adoecimento, físico e psíquico. Noutras palavras, o coração magoado (geralmente fruto de algum desencanto ou desengano) canaliza suas amarguras sobre o corpo e baixa a guarda das resistências físicas. Da perspectiva psíquica, a falta de perdão também gera consequências diversas: tristeza, raiva, revolta, pensamentos recorrentes, na forma de obsessão, etc. É exatamente sobre a necessidade imperiosa de perdoar que o psicólogo Sylvio Ferreira fala na coluna Psicologia em Movimento desta terça-feira (19).

Ouça a coluna na íntegra


Mais Lidas