MOVIMENTO

Psicologia em Movimento: A vida e o viver como prazer e dor

Psicólogo Sylvio Ferreira fala sobre a dor e ser o que é na coluna desta semana

Fellipe Leandro
Fellipe Leandro
Publicado em 13/03/2019 às 0:06
Reprodução / Internet
FOTO: Reprodução / Internet
Leitura:

O compositor Caetano Veloso, de certa feita, numa de suas canções, proclamou: "Cada um sabe a dor e a delicia de ser o que é!". Seguramente, essa é uma frase que instiga o pensamento, tanto no que ela revela, em si, quanto o que dela podemos extrair. O que dela apreendemos, de imediato, é que o viver, ou a vida de cada um, não apenas é feita de dor, mas, também, de prazer. Mas será que o viver ou a vida é mesmo assim? Em geral, o que observamos é a busca frenética pelo prazer e a fuga alucinada da dor. Como se o viver ou a vida pudesse existir numa única e só dimensão apenas. Contudo, para além da nossa vontade que assim fosse, a vida é por demais complexa para atender os nossos desejos de que o viver fosse apenas alegria, felicidade, prazer. Aceitar a vida como ela é talvez possa ser considerado a mais evidente demonstração de maturidade psicológica. Se assim é, porque tantas e tantas pessoas mascaram e negam a realidade e tentam apenas enxergar "la vie en rose", a vida em cor de rosa? É sobre a vida e o viver como prazer e dor que o psicólogo Sylvio Ferreira, fala na coluna Psicologia em movimento desta terça-feira (12).

Ouça a coluna na íntegra

Mais Lidas