MOVIMENTO

Psicologia em Movimento: Alegria e Tristeza


Psicólogo Sylvio Ferreira fala sobre alegria e tristeza na coluna desta semana

Fellipe Leandro
Fellipe Leandro
Publicado em 16/04/2019 às 23:38
Reprodução Internet
FOTO: Reprodução Internet
Leitura:

Na última sexta-feira (12), através das redes sociais, os fãs e admiradores do comediante e youtuber Whindersson Nunes, 24 anos, foram surpreendidos com a declaração do comediante que "uma tristeza grande, já há algum tempo, vinha tomando conta da vida dele, e que ele já não sentia tanta vontade de viver".

Há muito tempo é sabido que a depressão atinge qualquer pessoa, independentemente de raça, cor, credo, religião, gênero e classe social. Mas não deixa de surpreender, no caso do comediante, que ele afirme que "se sente muito triste e que já não tem tanta vontade de viver".

A surpresa reside no fato de Whindersson Nunes ter se tornado uma celebridade, ainda muito jovem, do mesmo modo que se tornou um rapaz muito rico e bem-sucedido, nas suas atividades artísticas e comerciais. Por conta, ele é um jovem bem-sucedido e admirado, país afora. Especialmente, por outros jovens que o seguem e o tomam como referência e modelo de sucesso, modelo de uma nova sociedade.

Na coluna Psicologia em Movimento desta semana, o professor Sylvio Ferreira fala sobre a "Alegria e Tristeza".

Ouça a coluna na íntegra


Mais Lidas