Bairro do Recife Antigo vive situação de abandono

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 19/04/2011 às 15:07
Leitura:

Tráfico de drogas, iluminação precária, sujeira nas calçadas, ruas fechadas por mesas de bar e pelos ambulantes, além de flanelinhas que cobram taxas absurdas por uma vaga nas vias públicas. Esses são apenas alguns dos problemas estruturais pelos quais tem passado o bairro do Recife Antigo, na região central do Recife.

O bairro, que já foi motivo de orgulho para recifenses e palco para visitação dos turistas, se encontra em situação de total abandono. Comerciantes e frequentadores denunciam que ao longo dos oito últimos anos, o local tem sido esquecido.

Indignados com a situação, os donos da boate Down Town lançaram um manifesto por um Novo Recife Antigo ("Uma Bandeira de Muitos Donos") em seu site e divulgaram para a imprensa um dossiê com uma série de problemas estruturais que o bairro está enfrentando.

A reportagem da rádio jornal esteve no local e conseguiu conferir de perto alguns desses problemas. Ouça abaixo a reportagem especial sobre a situação do Recife Antigo, produzida pela repórter Ismaela Silva, veículada no último dia 16/04/2011, no Redator de Plantão da Rádio Jornal AM 780.

Lixo nas calçadas, próximo à rua da Assembleia

Flanelinhas próximo à Madre de Deus

Mesas de bar atrapalham o tráfego de veículos próximo à Rua da Moeda

Ambulantes ocupam as ruas e calçadas do bairro.

Trechos de ruas sem iluminação próximo à boate Donw Town

Timm Mendes, proprietário da padaria Brotfabrik

Fernando Ribeiro, proprietário do bar Burburinho.

Tito Lívio, proprietário da Down Town, e o site da boateonde está publicado o manifesto

Mais Lidas