Em busca de qualidade de vida

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 13/10/2011 às 17:39
Leitura:

O jornalista e produtor do programa CBN Recife da Rádio JC CBN Joffre Melo está iniciando uma batalha contra a obesidade. Ele espera contar com o apoio de familiares e amigos em busca de mais qualidade de vida. Confira o depoimento feito pelo jornalista aqui no Blog dos Bastidores.

"Olá caros leitores.

Para quem não me conhece, me chamo Joffre Bandeira de Melo Tenório, tenho 34 anos, sou jornalista, radialista e produtor executivo da Rádio JC CBN. A partir de hoje, começo um dos maiores desafios de minha vida: a batalha contra a balança, no objetivo de perder peso, mudar os hábitos e levar uma vida mais saudável. Atualmente, estou com 145kg, bem distribuídos em 1m e 85cm. Contudo, o excesso de peso já começa a trazer seus malefícios e decidi procurar ajuda para reverter esse quadro. Dessa forma, resolvi contar essa história aqui no Blog, na esperança de contar com o apoio de todos e, principalmente, dos meus colegas aqui do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação.

No começo de 2011, após a paternidade, resolvi procurar um médico que pudesse me auxiliar nesse projeto. Os profissionais consultados foram taxativos: era preciso implantar uma mudança radical na minha vida, desde a alimentação até a realização de atividades físicas. Porém, somente agora eu encontrei o incentivo necessário para realizar o intento. Serei acompanhado por uma endocrinologista, um cardiologista e fisiologista, todos unidos para me conduzirem neste difícil caminho que começo a percorrer hoje.

Ontem, durante o feriado de 12 de outubro, fiz minhas últimas regalias. Comi feijoada, macarrão, bolo de rolo e tomei uns drinks para celebrar o momento de “desapego”. Agora, isso faz parte do passado e, ainda durante o feriado, fui ao mercado fazer as comprinhas mais saudáveis de minha vida. Comprei leite desnatado, laranjas, maças, pêras, mamão, melão, bolacha de água e sal, queijo light, iogurte diet, coalhadas, presunto de peru light e um refrigerante zero, não sou fã de sucos.

Vivemos em um país quase tão obeso quanto os Estados Unidos. Sendo assim, é preciso olhar a obesidade como uma doença e uma questão de saúde pública, inclusive. Sempre fui gordinho e já tentei tudo quanto é dieta, mas sempre perdia as batalhas e botava a culpa na ansiedade. Ninguém é gordo por que quer, ninguém gosta de viver com as limitações naturais do sobre peso. Somos doentes, é pura química, e precisamos de ajuda médica para conviver com o problema da melhor forma possível. Cura? Bem, a genética é forte e sempre estará presente no organismo. A palavra de ordem nesse caso é controle, pro resto da vida.

Em 2002, dei um passo firma no sentido de perder peso e resolvi fazer a cirurgia de redução de estômago. Não tive sorte. Meu organismo rejeitou os grampos colocados no estômago reduzido e quase morri. Perdi algum peso, mas quase perdia minha vida. Após o incidente, percebi que apenas um novo estilo de vida poderia me salvar. Hoje, eu começo essa “nova vida”. Sei que não será fácil, mas prometo lutar com todas as minhas forças e espero contar com a ajuda de todos aqueles que gostam de mim. Encarar o problema de frente e reconhecer as minhas fraquezas foi o primeiro dos muitos passos que começo a dar hoje. Prometo mantê-los informados dos meus progressos ou, por ventura, que Deus nos livre, meus fracassos.

Um abraço e obrigado ao Blog por me conceder esse espaço. Agradeço também aos “fiscais” de minha saúde na JC CBN: Mario Neto, Jotinha, Marcela e Elis. Além das minhas luzes, que em casa vão pegar no meu pé: Gabriel e Fabiana.

Joffre Melo, gordinho e jornalista."

Mais Lidas