Presidente do STF diz que não pode alterar liminar

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/12/2011 às 8:10
Leitura:
A decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que desrespeita e enfraquece a capacidade de investigação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) só poderá ser revista em fevereiro de 2012. A decisão é do presidente do STF, ministro César Peluso. De acordo com Peluso, a liminar de Lewandowski só pode ser contestada quando o recesso do Judiciário acabar, a partir de 1º de fevereiro do ano que vem. Enquanto isso, o CNJ segue com duras críticas à postura do STF. As informações completas da crise do Judiciário você acompanha abaixo na reportagem de Romoaldo de Souza, correspondente da Rádio Jornal em Brasília.

Mais Lidas