Detento é torturado no Presídio Aníbal Bruno

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/12/2011 às 9:35
Leitura:
Do Redator de Plantão Um detento foi torturado dentro do Presídio Aníbal Bruno, bairro do Sancho, Zona Oeste do Recife, após uma visita conjugal na última quarta-feira (21). Anderson Henrique Alves, de 24 anos, foi transferido para o Centro de Triagem, Cotel, em Abreu e Lima, por medida de segurança. Na semana passada, ele foi retirado a força do pavilhão D após a saída de sua visita conjugal. O preso foi espancado, teve o corpo queimado com um tipo de maçarico artesanal e levou choque elétrico. Durante a sessão de tortura, os criminosos ligaram para a mãe de Anderson exigindo dinheiro. O preso foi encaminahdo para o Hospital Otávio de Freitas, onde recebeu curativos para os ferimentos. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar as agressões sofridas pelo reeducando no interior do presídio Aníbal Bruno. De acordo com a  Secretaria de Ressocialização (Seres), os cerca de 300 detentos do pavilhão D  participaram do reconhecimento. A vítima identificou os quatro supostos autores: Roberto da Silva Moura, Tássio José de Almeida, Robson Alberto Júnior e Leonardo de Menezes. Os quatro acusados vão responder na Justiça pelo termo circunstanciado de ocorrência por lesão corporal leve. Eles devem ficar pelo menos 10 dias nas celas de isolamento, sem visitas nem direito a banho de Sol. O Coronel Francisco Duarte, superintendente de seugurança da penitenciária, falou para a Rádio Jornal. De acordo com ele, a motivação do ato está envolvida com dívida por tráfico de drogas. Acompanhe no áudio abaixo.

Mais Lidas