Mulher é presa após se passar por Policial Militar

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/12/2011 às 8:14
Leitura:
Do Redator de Plantão Uma mulher de 26 anos foi presa nesta última quarta-feira (28) por se passar por uma Policial Militar (PM) e tentar entrar armada no Presídio Aníbal bruno, no bairro do Sancho, Zona Oeste do Recife. Mônica Maria de Fraga foi encaminhada para a Colônia Feminina do Recife, no Engenho do Meio. Ela foi presa após se recusar a entregar uma arma na hora da revista, alegando que era policial. Ela estava acompanhada de uma empregada doméstica, que iria ver o filho na unidade prisional. A arma, um revólver Magnum 357 é de uso exclusivo do Exército. Mônica Maria trabalha como segurnaça de eventos, mas se apresentou no Centro de Triagem, Cotel, em Abreu e Lima, como Policial Militar. Durante a revista, a acusada entrou em contradição e acabou sendo presa. De acordo com o Coronel Geraldo Severiano, diretor do Presídio Aníbal Bruno, a mulher tentou enganar a todos e entrar armada. Após a prisão, durante o depoimento, Mônica Maria de Fraga admitiu que chegou a atuar nas ruas como Policial Militar fardada e armada. Ela foi atuada em flagrante por usurpação de função pública e porte de arma de uso restrito. A empregada doméstica Rosângela Oliveira de Santana, que acompanhava a acusada, foi liberada após prestar depoimento. A delegada de Tejipió, Andrea Melo, responsável pela ocorrência, afirma que Mônica Maria confessou tudo.

Mais Lidas