Falta de transporte ofusca virada no Recife


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/01/2012 às 8:27
Leitura:
Do Redator de Plantão Cerca de 1 milhão de pessoas acompanharam os shows no Pina e brindaram a chegada do ano novo neste final de semana. O show pirotécnico com 1.500 morteiros durou 15 minutos e chamou a atenção do público. No entanto, dois problemas foram elencados por quem foi abordado pela reportagem da Rádio Jornal: o número de banheiros químicos foi insuficiente e a completa falta de táxis na volta para a casa. A colocação de telões em pontos estratégicos contribuiu para que o público jovem, adulto e da terceira idade não perdesse nada do palco. Uma das atrações, a banda Mundo Livre S.A, apresentou músicas do recém lançado cd "Novas Lendas da Etnia Toshi Babaa". Dominguinhos e a filha, Liv Moraes, transformaram a faixa de areia em um grande arraial do ciclo junino, entronizando o ano do centenário de nascimento de Luiz Gonzaga, que acontece em dezembro de 2012. Durante a apresentação, Zeca Pagodinho cantou uma música com Dominguinhos em um encontro de ritmos. A Orquestra Popular da Bomba do Hemetério, do Maestro Forró, finalizou o evento com o autêntico frevo. O prefeito João da Costa, em entrevista a reportagem da Rádio Jornal, defendeu o Réveillon da cidade e afirmou que a proposta é consolidar a cidade no roteiro turístico da virada do ano.

Mais Lidas