Padre Vito diz que não guarda mágoa por ter sido exilado


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/01/2012 às 16:33
Leitura:
Depois de passar 31 anos exilado na Itália, por ter se recusado a celebrar uma missa de 7 de setembro em 1980, durante a ditadura militar, o padre italiano Vito Miracapillo voltou ao Brasil com todos os seus direitos religiosos restituídos. Na tarde desta quarta-feira (4)  ele concedeu uma entrevista coletiva para falar sobre o período de exílio e esclarecer sua situação. O padre era pároco da cidade de Ribeirão quado foi expluso do Brasil. Ele retornou ao país após uma decisão do Ministério da Justiça que concedeu a validação da permanência do religioso no Brasil, em novembro de 2011. Confira a entrevista que Elton Ponce fez com o padre logo após a coletiva.

Mais Lidas