Polícia descarta latrocínio no caso da morte de empresário


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/01/2012 às 8:39
Leitura:
Do Redator de Plantão Luiz Gonzaga Sousa, de 60 anos, trabalhava na empresa de pesquisas Hebron, localizada no agreste do estado há cerca de 15 anos. Ele foi executado com seis tiros na noite desta última segunda-feira (02), na Rua Saldanha da Gama, mais conhecida como Rua dos Sapateiros, no centro. A polícia apurou que um homem se aproximou da vítima e fez os disparos, o que dá amrgem a hipótese de vingança. Funcionários da empresa faramcêutica Hebron serão convocados para prestar esclarecimentos na delegacia. O policial militar Emerson Silva relata a falta de informações precisas no local do homicídio em Caruaru. Escute abaixo.

Mais Lidas