Tranquilidade e reclamações um dia após protesto


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/01/2012 às 10:51
Leitura:
Após um dia atípico de um protesto que durou cerca de 9 horas, a situação na PE-60, Ipojuca, na manhã desta quarta-feira (04), é relativamente tranquila, apesar dos moradores continuarem firmes na pauta de reivindicação sobre a construção de aterros. Desde a madrugada da terça, moradores da comunidade do Alto da Bela Vista, em Ipojuca, fecharam a PE-60, nas proximidades do acesso a praia de Porto de Galinhas. Eles reclamam da cosntrução desenfreada e desordenada de aterros de forma irregular às margens da pista. A rodovia foi fechada por quase 9 horas e ouve violento confronto com a polícia, alémd e um congestionamento gigantesco. Nesta quarta, a situação é de tranquilidade, apesar da Defesa Civild e Ipojuca estar fazendo plantão na área. Em entrevista ao repórter Fábio Mendes, da Rádio Jornal, o comandante da Defesa Civil de Ipojuca, coronel Adriano Santana, fala sobre as manifestações. Os moradores do Alto da Bela Vista seguem com as reclamações um dia após o protesto. Confira abaixo na reportagem de Fábio Mendes.

Mais Lidas