Mulher atropelada em parada de ônibus na Madalena não tem previsão de alta médica


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 16/01/2012 às 11:04
Leitura:
Atualizado às 11h31
Gilvaneide Floriano, 48 anos, que foi uma das pessoas atropeladas por um jovem de 19 anos no último sábado (14) em uma parada de ônibus, no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife, continua internada na enfermaria do hospital Getúlio Vargas, no bairro do Cordeiro, também na Zona Oeste. Ela está consciente, se recupera de cirurgia por conta do politraumatismo e nesta segunda-feira (16) passa por nova bateria de exames. A dona de casa foi uma das três vítimas do atropelamento, além dela também foram atingidos uma criança e uma mulher grávida. Isabele Cristiane Lindoso está grávida de 7 meses, fraturou o joelho direito e foi encaminhada para o Hospital Getúlio Vargas, o bebê passa bem.  A reportagem da Rádio Jornal não conseguiu localizar a criança que também foi atingida pelo carro. O motorista, Jefferson Lucena, de 19 anos, fez o teste do bafômetro e deu negativo, embora estivesse voltando de uma casa de shows. Em entrevista ao repórter Julio Neto, o condutor é enfático ao negar a ingestão de bebida alcóolica:

Mais Lidas