Galo da Madrugada foi além da chuva no Recife

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/02/2012 às 17:57
Leitura:
Da Redação da Rádio Jornal Atualizado às 18h53 O sábado de Zé Pereira (18) foi marcado pelo brilho do 35º desfile do Galo da Madrugada, que abriu a folia de Momo com sua majestade, como já é de costume, no Recife. A chuva forte que começou a cair desde a sexta-feira intimidou um pouco os foliões que demoraram um pouco mais pra chegar, mas não deixaram de comparecer. Apesar de cair em vários momentos da festa a chuva não tirou o brilho do maior bloco carnavalesco do mundo e nem a alegria do público que foi conferir o desfile de perto. Decidindo enfrentar o mau tempo de vez, por volta das 10h os foliões lotavam a praça Sérgio Loreto, no centro do Recife, onde se concentra o bloco, prontos para pular, cantar e frevar muito ao som dos 25 trios elétricos puxados por artistas locais e nacionais. As imagens dessa festa você confere abaixo: Neste ano um encontro inédito marcou o desfile e o Homem da Meia Noite, que só sai de Olinda às 0h do domingo, saiu de Olinda para se encontrar com o Galo da Madrugada no Recife, onde desfilou junto com as alegorias e trios elétricos abrindo a festa em comemoração aos seus 80 anos. Vários artistas convidados compareceram nos trios do Galo, muitos deles repetem a dose de outros anos, como é o caso de Fafá de Belém, que esteve no Galo de 2011, se apaixonou pela folia e voltou em 2012. Apesar de todo o esforço do público, que se deslocou mesmo sob a chuva, e dos artistas, que procuraram manter a alegria na mais alta temperatura, alguns problemas não puderam deixar de serem notados e a polêmica da altura dos fios de telefonia dos postes que poderiam atrapalhar a passagem dos 25 trios elétricos, teve fundamento. Em vários pontos do trajeto os artistas precisavam se abaixar para não baterem na fiação e cada carro trazia uma pessoa da produção munida de luva isolante para levantar os fios nesses momentos em que os artistas precisavam se abaixar para atravessar o obstáculo. A cantora Nena Queiroga, inclusive, fez várias reclamações no início do desfile sobre essa situação. "Assim a gente não pode cantar direito. Por favor, empresas de telefonia, nos ajudem no próximo ano", lamentava ela ao se abaixar para passar pelos fios acompanhada da cantora Luiza Possi. Tirando de letra o problema dos fios que tinha que atravessar e da chuva que insistia em cair vez por outra no meio do percurso, Joelma da banda Calypso fez bonito com plumas e paetês no alto do trio elétrico ao lado de Chimbinha. Além de sucessos da banda entoados em coro pela multidão os dois tocaram músicas carnavalescas e levantaram a galera com Frevo Mulher! Outro destaque do dia foi um dos grandes homenageados do carnaval pernambucano, Alceu Valença, que comandou um trio cantando músicas próprias e puxando sucessos de outros carnais, como até mesmo Chico Science. Quem não quis se arriscar na chuva e preferiu ficar em casa pode acompanhar a cobertura do Sistema Jornal do Commercio de Communicação, feita através da Rádio Jornal, com flashes ao vivo do camarote oficial do Galo, do Camarote do Governador Eduardo Campos, do café da manhã do Galo e da Avenida Guararapes, além da cobertura de imagens no twitter da @rdjornalrecife, no facebook da Rádio Jornal e conferir todas essas informações com imagens e áudios aqui no site da Rádio. Além da Rádio a TV Jornal também marcou presença no Galo da Madrugada 2012, com a transmissão ao vivo que durou mais de quatro horas. Em seguida o NE10 continuou a transmissão no Blog Social 1. Todos os detalhes das festividades de carnaval em Pernambuco você acompanha aqui na transmissão da Rádio Jornal AM 780,  aqui no site, no Blog dos Bastidores e nas nossas redes sociais.

Mais Lidas