Um dia na Sala do Povo

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 28/02/2012 às 9:48
Leitura:
Hoje, o Blog dos Bastidores vai acompanhar uma manhã na Sala do Povo. Lá é o lugar onde a Rádio Jornal toma nota de todas as denúncias que chegam até nós.
Todas as manhãs, das 8h às 10h30, o repórter Júlio Neto fica na Sala do Povo da Rádio Jornal, ouvindo as denúncias dos ouvintes e das pessoas que vem até o Sistema Jornal do Commercio de Comunicação. As ligações dizem respeito a ruas abandonadas, familiares desaparecidos água faltando, e tudo o que incomoda o cidadão.
Na manhã desta terça (28), por volta das 8h30, Valdemir Batista veio até o SJCC fazer sua denúncia. Ele reivindica a presença das autoridades na Rua Buarque Macedo, em Santo Amaro, que diz estar abandonada.
Lá, tem um esgoto a céu aberto há vários meses, em frente a um posto de Saúde. Os moradores precisam de botas para transitar no local, o que dificulta a vida dos pacientes, moradores e todos que precisam passar por ali diariamente.
O procedimento da Sala do Povo é o seguinte: Júlio Neto ouve as denúncias, anota todas e faz a triagem das mais importantes para levar ao ar ainda durante o Super Manhã, com Geraldo Freire. As denúncias menos urgentes vão ao ar durante a tarde, no Rádio Livre, com Graça Araújo.
A Sala do Povo ainda recebe os anúncios de empregos de quem quer contratar funcionários.
Para anunciar ou denunciar, o telefone é 3143-6363.

Mais Lidas