Polícia civil não consegue depoimento do jovem acusado de matar os pais


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/03/2012 às 14:55
Leitura:
No final da manhã desta sexta-feira (2), o delegado do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) José Furtado tentou Eduardo Olímpio Cotia Cavalcanti, mas não obteve sucesso. A assessoria de imprensa da polícia civil informou que o acusado de matar os pais, o bispo da Igreja Episcopal Anglicana, Robinson Cavalcanti, e a professora aposentada Mirian Nunes, não conseguia responder as perguntas feitas pelo delegado, por conta da medicação forte que ele vem tomando nos últimos dias. Confira as informações no flash do repórter Rafael Carneiro, da Rádio Jornal.

Mais Lidas