Filho suspeito de matar os pais recebe alta no HR


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/03/2012 às 19:37
Leitura:
Do NE10 Na manhã deste sábado (3), Eduardo Olímpio Cotias Cavalcanti, 29 anos, recebeu alta do Hospital da Restauração, na área central da capital pernambucana, e foi transferido para o Centro de Triagem e Observação Criminológica (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife, onde deve ser ouvido na próxima segunda-feira (5) pelo delegado responsável pelo caso, José do Prado. Eduardo estava internado sob custódia policial na unidade desde o último domingo (26), quando supostamente esfaqueou o pai, o bispo Robinson Cavalcanti e a mulher dele, Miriam Nunes Machado Cotias Cavalcanti. Sua escolta até o Cotel foi feita por uma equipe da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil. O delegado assegura que o duplo homicídio já está esclarecido, o depoimento do suspeito serviria apenas para determinar o que causou a tragédia familiar que marcou o bairro dos Bultrins, em Olinda, Grande Recife, há quase uma semana. Testemunhas afirmaram que o jovem acusava o bispo e a esposa de abandonarem ele nos Estados Unidos, onde estava morando há 13 anos e teria se envolvido com gangues de traficantes latinos e se tornado dependente de heroína e metanfetaminas. HR - Após dias de inconsciência, o suspeito acordou e já conseguia falar neste sábado. Depois da morte dos pais, ele ingeriu uma grande quantidade de drogas e desferiu golpes de faca no seu próprio tórax. Foi encontrado um pó branco no local do crime, que é analisado pelo Instituto de Criminalística. Durante a segunda (27) e a terça-feira (28), passou por uma drenagem para eliminar o sangue do local. Nesses dias, o quadro de saúde permaneceu estável, mas grave. A sua consciência começou a retornar na quarta-feira (29), quando o suspeito já começava a falar. ADEUS - Em clima de muita comoção, o bispo Robinson Cavalcanti e a mulher dele, Miriam Nunes Machado Cotias Cavalcanti, foram sepultados no final da tarde da última quarta-feira (29). A cerimônia teve início por volta das 16h30, quando ocorreram algumas celebrações e pessoas cantaram em homenagem ao casal. Os corpos foram enterrados por volta das 17h30, no cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. > LEIA TAMBÉM: Polícia civil não consegue depoimento do jovem acusado de matar os pais

Mais Lidas