Caso do falso médico da Paraíba segue sob sigilo judicial

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 07/03/2012 às 11:01
Leitura:
Segue sob sigilo judicial caso de pernambucano preso por trabalhar como falso médico em municípios da Paraíba Eric Gustavo Santana da Silva foi preso em um posto da Polícia Rodoviária Federal, no município de Mamanguape, litoral norte da Paraíba. O acusado usava o registro do Conselho Regional de Medicina de Plácido Guimarães Sales, morto no Recife em 2007. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Ian Campos, a polícia ainda não pode relacionar o assassinato com Eric Gustavo. O acusado já tinha sido preso outras duas vezes em Pernambuco pelo mesmo crime, nos municípios de Sirinhaém e Jaboatão dos Guararapes. As investigações apontam que o falso médico recebia seis mil reais para dar um plantão por semana. A polícia apreendeu, ainda, dois livros, usados pelo ex-estudante de medicina para fazer pesquisas e consultar pacientes. A patrulheira Keila, da PRF, que atuou na prisão de Eric Gustavo Santana da Silva, detalha como a polícia chegou até ele:

Mais Lidas