Polícia recolhe vestígios de incêndio que atingiu 12 ônibus em Ipojuca

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/03/2012 às 23:25
Leitura:
A Polícia Civil recolheu vários vestígios e as imagens registradas pelas câmeras amadoras durante todo o dia de ontem. O perito do Instituto de Criminalística, Sérgio Almeida, afirmou que as chamas da última quinta-feira (08), no pátio da Feira do Município, não foram acidentais. O técnico disse, ainda, que os motores dos veículos estavam desligados quando o fogo começou. O IC descartou a possibilidade de curto-circuito, já que os postes e outras fontes de energia no pátio também foram verificados. Um dos ônibus era escolar e outro, usado como consultório odontológico móvel pela prefeitura de Ipojuca. Os outros dez faziam o transporte dos trabalhadores para o Porto de Suape, também no litoral sul. Thiago Emanuel é proprietário de um dos veículos queimados. Ele diz que um agente da prefeitura tomava conta do local. As três viaturas do Corpo de Bombeiros que foram enviadas para conter as chamas utilizaram cerca de 30 mil litros de água no incêndio.  A corporação teve que ir até Suape e à Compesa para reabastecer a viatura, já que a comunidade não dispõe de hidrante. O ônibus médico, vinculado à Prefeitura de Ipojuca, realizava cerca de 150 atendimentos médicos e odontológicos por dia. O secretário adjunto de saúde de Ipojuca, Carlos Frederico, explica que as comunidades carentes serão as mais prejudicadas:

Mais Lidas