Indenização de 30 mil reais à família de detento morto no Aníbal Bruno pode abrir precedente

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/05/2012 às 15:46
Leitura:
Da Rádio Jornal O governo do Estado de Pernambuco foi condenado a pagar uma indenização de R$ 30 mil à família do detento Fabio Batista da Fonseca, que foi degolado dentro do presídio Aníbal Bruno, localizado no bairro do Sancho, Zona Oeste do Recife, no ano de 2007. A decisão foi expedida nessa segunda-feira (7) e a justiça decidiu que a morte do detento foi de total responsabilidade do Estado, pois o presídio não ofereceu segurança suficiente ao presidiário. Para o advogado da família, a sentença foi uma resposta à sociedade e pode abrir precedentes na justiça. Saiba mais sobre o caso na reportagem de Elton Ponce:

Mais Lidas