[JC Online] Mãe em casa, mãe no trabalho

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/05/2012 às 7:02
Leitura:

GERAÇÕES Marieta Borges (mãe de Maria Luiza), Maria Luiza Borges e Pedro Lins

Maria Luiza Borges, 44, editora executiva do Jornal do Commercio e coordenadora do JC Online, não esteve presente em todos os finais de semana, feriados e até algumas madrugadas do filho Pedro. Certa vez, inclusive, chegou atrasada na festinha do Dia das Mães na escola onde ele estudava. A rotina puxada de editora de jornal versus a difícil tarefa de ser mãe formou disputas das mais acirradas. Várias batalhas foram vencidas pelo trabalho, mas a guerra, ah!, essa sempre teve Pedro como único e insuperável ganhador.

Maria diz que, mesmo com a nada tranquila profissão de repórter na qual atuava quando ficou grávida, aos 24 anos, nunca teve dificuldade em lidar com a maternidade e o ofício ao mesmo tempo. O filho acabou se acostumando com uma mãe trabalhadora e, durante um período, passou a frequentar a redação do JC depois da escola. Era em meio a correria dos fechamentos de caderno que ele fazia a tarefa. Quando estava longe, recorria ao "Disk Mãe", que oferecia aquela ajuda amiga nos trabalhos de última hora. A tecnologia, afirma a editora, aproximou os dois.

A carreira de Maria Luiza ascendeu e ela acabou chegando ao posto atual no qual, de certa forma, é uma mãe, já que é rondada por responsabilidades e acaba tomando conta de muita gente. Mas ela explica que o envolvimento entre ela e filho é completamente diferente. O carinho, a dedicação e o querer bem empregados são muito mais intensos. Como o trabalho da mãe e com o auxílio dele, Pedro também cresceu e criou autonomia. A editora não esconde: "Sou feliz de ter conseguido proporcionar a ele coisas boas, oportunidades, com ajuda do meu cargo. Hoje, aos 20 anos, ele um jovem livre e do mundo".

Durante toda esta semana, outras mãezonas do Sistema Jornal do Commercio serão apresentadas aqui no Blog dos Bastidores. Fique Ligado!

Mais Lidas