Exames comprovam identidade de duas vítimas do trio de canibais, em Garanhuns

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 18/05/2012 às 14:57
Leitura:
Da Rádio Jornal Foram apresentados nesta sexta-feira (18), na sede da Secretaria de Defesa Social, no bairro de Santo Amaro, os resultados de exames de DNA realizados em dois corpos encontrados na cidade de Garanhuns, vítimas do trio que praticava canibalismo. Os acusado Isabel Pires, Jorge Beltrão e Bruna Silva, estão presos desde o mês de abril. Foram confirmadas a identidade de Alexandra da Silva Falcão, de 20 anos, e Gisele Helena da Silva, de 31. As duas foram vítimas de rituais de canibalismo praticados pelo trio na casa onde moravam, em Garanhuns. Além das duas vítimas citadas, o trio confessa o assassinato de Jéssica Camila da Silva em 2008, na casa onde moravam, em Olinda. A perícia encontrou dificuldades na identificação, por conta do estado em que estavam as ossadas. Saiba mais sobre a constatação, na reportagem de Renato Barros:

Mais Lidas