Oscar Vilhena: “A imprensa precisa ir além da simples narração dos crimes e contextualizá-los"

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 23/05/2012 às 18:38
Leitura:

Um dos destaques entre os convidados do Seminário Direitos em Pauta, promovido pela Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi) e a Secretaria Nacional De Direitos Humanos, em Brasília, foi Oscar Vilhena Diretor da Faculdade de Direito da FGV. Em seu discurso ele abordou a ligação da imprensa com os direitos humanos e destacou que é preciso que a imprensa vá além da simples narração do ato infracional cometido pelos adolescentes nas suas reportagens. Ele defende que é preciso falar também do contexto dentro do qual aquele delito foi cometido e também falar de possíveis soluções e desdobramentos para esses casos.

Ele toca também na questão da imparcialidade destacando que é preciso sim ser sério e ético, mas não apenas contar os fatos de forma superficial sob a desculpa da imparcialidade. “Eu consigo ser capaz de narrar uma história estando preocupado com os direitos humanos, é preciso desnaturalizar a brutalidade, ira além da brutalidade”, conta Vilhena. Ouça a entrevista completa com Oscar Vilhena, feita pela repórter Ismaela Silva:

No vídeo abaixo Vilhena fala do que pode levar o jovem a cometer o ato infracional e sobre de que forma as pessoas veem sua obrigação diante do cumprimento das leis.

Mais Lidas