Marcha das Vadias movimenta centenas de mulheres contra o machismo, no Recife

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/05/2012 às 20:01
Leitura:
Centenas de mulheres se reuniram na tarde deste sábado (26), para protestar contra o aumento da violência doméstica e o maxismo na chamada Marcha das Vadias. O movimento acontece no Recife, em mais vinte cidades brasileiras e em Toronto, no Canadá, onde a marcha teve início. Com roupas curtas e meias arrastão as mulheres, e também os homens que simpatizam com a causa, levantaram cartazes com frases contra o machismo. A marcha se concentrou na Praça do Derby, área central do Recife, por volta das 14h, de onde os manifestantes partiram em direção à Praça da Independência, no bairro de São José, também no centro da cidade. O movimento teve origem no Canadá, depois que o policial Michael Sanguinetti proferiu uma palestra abordando a temática do abuso sexual e declarou que Se as mulheres parassem de se vestir como vadias, diminuiriam os estupros. A frase provocou a indignação feminina, que mobilizou a organização dessa marcha. O objetivo é mostrar que a culpa do abuso sexual não está na forma como a mulher se veste. Saiba mais sobre como ocorreu essa movimentação no Recife, na reportagem de Erick França, exibida na Rádio Jornal do Commercio:

Mais Lidas