Assembleia dos professores da rede particular determina se haverá greve


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 04/06/2012 às 9:43
Leitura:
Do Redator de Plantão Atualizada às 11h54 Os professores da rede particular iniciam greve por tempo indeterminado mais de 400 mil alunos vão ficar sem aula. A assembleia está marcada para a manhã desta segunda-feira (04), no Centro Social da Soledade, na Boa Vista, área central do Recife. Os educadores de Caruaru (Agreste) e Petrolina (Sertão) se reúnem no mesmo horário na sede do sindicato que representa a categoria. Eles vão definir as estratégias de mobilização para o protesto por melhores salários e condições de trabalho. Até agora as negociações entre os trabalhadores e o patronato mediados pelo Ministério do Trabalho não avançaram. Os professores reivindicam a unificação do valor da hora aula em R$ 10 da educação infantil ao ensino médio. José Ricardo Diniz, presidente do Sindicato dos Donos de Escolas, não foi localizado pela reportagem para falar sobre o assunto. Jackson Bezerra, coordenador geral do Sinpro, reclama dos baixos salários pagos a categoria na rede particular: A repórter Karoline Fernandes, da Rádio JC/ CBN, esteve no Centro Social da Soledade, onde constatou a decisão de início de greve. Confira outras informações no flash abaixo.

Mais Lidas