Professores da rede particular prometem "fazer barulho" neste segundo dia de greve

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 05/06/2012 às 9:46
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizada às 10h22 Sem avanço nas negociações, professores da rede particular prometem fazer barulho no segundo dia de greve por tempo indeterminado. Os educadores preparam piquetes para impedir que os estabelecimentos de ensino abram na manhã desta terça-feira (05). Na segunda (04), trabalhadores e patronato não chegaram a um acordo sobre a campanha salarial 2012. Com a paralisação, mais de 400 mil estudantes da rede particular estão fora das salas de aula. Os professores reivindicam a imediata unificação e o aumento do valor da hora aula para R$ 10. Os donos de escolas propõem 6,5% de reajuste e a hora aula do ensino infantil iria para R$ 5,30. Na segunda, após a deflagração da greve, os educadores realizaram uma passeata pelas ruas do centro do Recife. Jackson Bezerra, coordenador geral do Sinpro, sindicato que representa a categoria, faz uma sintese dos acontecimentos: O repórter Fábio Mendes, da Rádio Jornal, esteve nos colégios Damas e São Luíz, localizado na Zona Norte do Recife, conferindo a movimentação neste segundo dia de paralisação. saiba mais no flash abaixo.

Mais Lidas