Senador Jarbas Vasconcelos e governador Eduardo Campos unidos em prol de Geraldo Júlio


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 26/06/2012 às 8:09
Leitura:
Do Redator de Plantão Atualizado às 15h12

Aliado histórico do Partido dos Trabalhadores, PC do B nas eleições para prefeito do Recife fica no palanque do socialista Geraldo Júlio. O anúncio foi feito através de nota oficial assinada pelo diretório municipal e divulgada na noite desta segunda-feira (25). Os comunistas defendem a unidade em torno da candidatura única, sem descartar outra alternativa a ser pactuada pela Frente Popular. O Partido dos Trabalhadores, no poder há três mandatos aposta as fichas no senador Humberto Costa. O PSB do governador Eduardo Campos lançou o nome do ex-secretário estadual de planejamento Geraldo Júlio. Nos Estados Unidos, onde recebeu um prêmio por qualidade na gestão, o socialista acompanha as movimentações políticas. As articulações políticas sobre o nome do vice são intensificadas por conta da chegada do PMDB ao palanque da Frente Popular. Eduardo Campos afirma que o PT não soube manter o protagonismo na hora de definir os rumos:

O PMDB aponta falta de unidade das oposições como argumento para assumir apoio a Geraldo Júlio como candidato a prefeitura do Recife. Os peemedebistas colocaram o deputado federal Raul Henry como pré-candidato e tentou negociar com as demais legendas de oposição. As vésperas do término do prazo das convenções o partido decidiu ir com o PSB na majoritária das eleições municipais. Na nota oficial divulgada nesta segunda, o PMDB critica a qualidade do ensino da rede pública, da falta de mobilidade e da estagnação economica do recife. O texto elogia o desempenho do atual governador como gestor da máquina pública estadual. Para os peemedebistas, Geraldo Júlio é a alternativa para a cidade a partir de dois mil e treze. Duas décadas depois Jarbas Vasconcelos e Eduardo Campos voltam a dividir o mesmo palanque. O deputado Raul Henry afirma que não houve cooptação nem troca de cargos como alguns possam até pensar: > LEIA TAMBÉM: REPERCUSSÃO -Geraldo Freire conversa com parlamentares sobre últimas decisões no cenário político

Mais Lidas