Consórcio Grande Recife acredita que volta pra casa será tranquila apesar da greve


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 27/06/2012 às 14:16
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizado às 16h49 Os usuários de ônibus do norte da Região Metropolitana do Recife passaram por grandes transtornos desde o início desta quarta-feira (27), por conta da redução da frota de ônibus, devido à greve de advertência de 24h dos rodoviários. Foram terminais e ônibus lotados, engarrafamentos e atrasos por conta da redução de 25% da frota que é de 2.800 veículos e neste período do ano passa para 2.400. Apesar dos problemas, a diretora de operações do Consórcio Grande Recife de Transporte, responsável pelos ônibus da Região Metropolitana do Recife, acredita que o transtorno não vai se repetir na volta para casa do final do dia, entre as 17h e as 20h, quando espera estar com 100% da frota na rua. A paralisação de advertência foi deflagrada por que os rodoviários não aceitam a proposta de 4.5% de reajuste salarial dado pelas empresas. Saiba mais na reportagem de Fabio Mendes: O início da volta para casa, neste dia de paralisação de advertência dos rodoviários, a partir das 16h começou tranquilo, apesar de o sindicato dos rodoviários alegar que havia apenas 50% da frota de ônibus na rua. Uma nova rodada de negociações acontece nesta quinta-feira (28) às 14h na delegacia do trabalho. > LEIA TAMBÉM: - Tumulto marca manhã desta quarta-feira durante greve dos rodoviários no Recife - Rodoviários param atividades e mais de um milhão de passageiros ficam sem ônibus - Rodoviários paralisam atividades a partir da 0h desta quarta-feira

Mais Lidas