Fiscalização de motos cinquentinha adulteradas passa a ser mais rigorosa


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 02/07/2012 às 15:40
Leitura:
Da Rádio Jornal O Comitê Estadual de Prevenção aos Acidentes de Moto anunciou nesta segunda-feira (2) que vai intensificar as fiscalizações para evitar o crime de adulteração das motocicletas de 50 cilindradas, conhecidas como cinquentinha. A partir de agora o condutor flagrado sem capacete será parado para mostrar a carteira de habilitação e os que não tiverem o documento terão a moto recolhida para averiguação. Se for comprovada a alteração da moto, o condutor e a oficina responsável responderão por crime de adulteração. Entenda mais sobre essa medida, na reportagem de Everson Teixeira:

Mais Lidas