Grande Recife Consórcio articula ações para minimizar efeitos da greve dos rodoviários


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/07/2012 às 16:56
Leitura:
Com informações da Assessoria e do NE10 Atualizada às 09h15 Para tentar minimizar os efeitos da greve dos operadores para os cerca de 2 milhões de usuários do Sistema de Transporte de Passageiros da RMR (STPP/RMR), o Grande Recife Consórcio de Transporte promoverá ações a serem executadas a partir desta quarta-feira (4), quando deve ter início a paralisação anunciada pela representação sindical dos motoristas. Entre as medidas previstas para serem executadas está a alternância de veículos (que serão retirados das linhas menos deficitárias e relocados nas que apresentarem maior demanda) nas 390 linhas que operam na RMR a partir do monitoramento da demanda. As equipes de fiscalização e programação também estarão nas ruas no início da madrugada e permanecerão durante todo o dia da paralisação. O esquema será mantido até o final da greve. É válido enfatizar que a justiça determinou que 50% da frota de ônibus devem estar nas ruas durante a paralisação. O Grande Recife também contará com o apoio da Polícia Militar de Pernambuco para garantir a segurança dos operadores (motoristas, cobradores e fiscais) que optarem por não aderir à greve e se apresentarem para trabalhar, além dos usuários que irão utilizar o Sistema de Transporte Público de Passageiros. DADOS GERAIS Linhas 390 Ônibus 3000 cadastrados Viagens 26 mil/dia Passageiros 2 milhões/ mil Empresas - 18 NO METRÔ - Com a paralisação, a CBTU-Metrorec vai prolongar o horário de pico nas linhas Centro e Sul. O horário de movimento normalmente funciona das 5h às 8h e das 16h às 20h, mas com a greve este horário é estendido, de acordo com a demanda de usuários no local. Outros trens também serão disponibilizados para atender a demanda de passageiros, que deve aumentar com a paralisação dos rodoviários. O Grande Recife Consórcio de Transporte divulgou nota à imprensa garantindo que 50% da frota de ônibus estaria na ativa durante a greve que começou nesta quarta-feira. Taciana Ferreira, diretora de Operações do GRCT, concedeu entrevista a Zé Roberto, da Rádio Jornal: Salvino Gomes, Assessor de comunicação do Metrorec, afirma que o esquema está pronto para atender a demanda e conta sobre mais medidas para evitar problemas na locomoção dos cidadãos:

Mais Lidas