Oficinas que adulteram motocicletas de 50 cilindradas serão punidas pela polícia


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/07/2012 às 11:44
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizado às 14h08 Apolícia civil vai identificar e punir oficinas que adulteram motocicletas de 50 cilindradas. Comprovada a irregularidade, o responsável pelo estabelecimento vai responder na justiça por crime de adulteração. As fiscalizações serão intensificadas, sobretudo em pontos estratégicos da Região Metropolitana do Recife. O condutor que for flagrado sem o capacete será parado e obrigado a apresentar a Carteira Nacional de Habilitação. Quem não tiver o documento terá a moto cinquentinha recolhida para o depósito do Detran. Lá, o veículo passa por uma vistoria para identificar qualquer tipo de adulteração no motor. O Comitê Estadual de Prevenção aos Acidentes de Moto estima que 120 mil veículos deste porte circulam em Pernambuco. O coordenador do grupo, o médico João Veiga, afirma que as irregularidades não podem ser toleradas: O médico João Veiga, que é coordenador do Comitê Estadual de Prevenção aos Acidentes de Moto, explica os detalhes desse reforço na fiscalização nos vídeos abaixo:

Mais Lidas