População queima casas dos suspeitos de envolvimento em ritual que matou criança


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/07/2012 às 15:09
Leitura:
Da Rádio Jornal Caruaru REVOLTA - Moradores queimaram casas e objetos dos acusados Foram presos na tarde dessa quarta-feira (11) pela Polícia Civil do município de Brejo da Madre Deus, no Agreste de Pernambuco, quatro dos cinco acusados de participarem do ritual satânico que matou o menino Flanio da Silva Macedo, de 9 anos, no Distrito de São Domingos. O ritual macabro foi encomendado por R$ 1.500,00 e a polícia procura por um quinto suspeito apontado pelos criminosos como participante. O casal Genival Rafael da Costa, 62 anos, e Maria Edleuza da Silva, 51, foram presos primeiro e confessaram o crime. Na noite da quarta, a polícia chegou até os pais de santo Ednaldo Justo dos Santos, 33 (conhecido como conhecido como "Pai Nau), e Edilson da Costa Silva, 31. Os quatro foram encaminhados a um presídio no Agreste. Revoltada, a população de São Domingos incendiou a casa do casal na noite da quarta-feira e a dos outros dois acusados na manhã desta quinta. O garoto estava desaparecido e teve o corpo encontrado na última terça-feira (10), s Sem roupas, com braços e pernas amarrados, cabeça decepada e com sinais de violência sexual e ao lado de objetos macabros. O sepultamento dele ocorreu na noite da quarta-feira, no cemitério do Distrito de Serra Dos Ventos em Belo Jardim. Ouça as últimas informações sobre essa investigação, na reportagem de Michele Veloso: > LEIA MAIS: Polícia sem pistas do pai de santo acusado de comandar ritual com menino de 9 anos

Mais Lidas