Estado deve gastar em censo penitenciário inédito cerca de R$ 1 milhão

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/07/2012 às 11:29
Do Redator de Plantão Pernambuco vai gastar cerca de R$ 1 milhão para concluir o inédito censo penitenciário dos 25 mil presos do Estado. Os detalhes do projeto que vai envolver duzentos profissionais foram apresentados num workshop nesta terça-feira (24). As atividades começam no dia 06 de agosto nas 20 unidades prisionais e 65 cadeias públicas. O questionário vai traçar um perfil socioeconomico a partir de perguntas sobre família, escolaridade e saúde. Os reeducandos serão cadastrados através da biometria que é a identificação eletrônica das impressões digitais. Concluído o censo, cada presídio, penitenciária ou cadeia pública terá um banco de dados próprio que será interligado se necessário. As primeiras informações sobre a comunidade prisional pernambucana serão divulgadas em outubro. Coronel Romero Ribeiro, secretário de ressocialização ressalta a importância da iniciativa: