SDS promete rigor na investigação contra PMs e Civis que torturaram metalúrgico


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 25/08/2012 às 15:37
Leitura:
Um metalúrgico de 35 anos foi torturado por cinco policiais militares e civis na última quarta-feira (22) na praia de Maracaípe, em Ipojuca, Região Metropolitana do Recife. Ele diz que foi confundido com um traficante quando chegava de moto à Praia de Porto de Galinhas. O homem sofreu espancamento, que só terminou quando um PM avisou aos outros do engano. À paisana, cinco Policiais Militares e dois Civis cobraram R$ 5 mil para devolver o veículo à vítima. O metalúrgico acionou a Polícia Civil e equipes do Cabo, que na PE-60 prenderam Osmar Vitor De Barros, 35 anos. Um informante da Operação Malhas da Lei iria receber o dinheiro a mando do tenente Ailton Luis de Brito, do 18º Batalhão. Os cinco acusados estão foragidos e o caso está sendo investigado também pelas polícias civil e militar. Antônio Rezende, delegado do Cabo de Santo Agostinho, fala das provas já coletadas contra os suspeitos: Corregedoria da SDS promete rigor na investigação da denúncia de tortura e extorsão.

Mais Lidas