Família de rapaz morto por provável mordida de tubarão critica Corpo de Bombeiros


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 29/08/2012 às 8:50
Leitura:
Do Redator de Plantão Atualizada às 17h00, em 29/08 Foi sepultado nesta quarta-feira (29), no Cemitério de Santo Amaro, área central do Recife, o corpo do universitário Tiago José de Oliveira, 18 anos. O rapaz, encontrado morto na praia de Itapoama, no Cabo de Santo Agostinho, Grande Recife, com mordidas de animal marinho, pode ser a 56ª vítima de  ataque de tubarão em Pernambuco. O corpo estava sem uma das pernas e com diversas lesões em algumas partes os ossos ficaram expostos. Ouça o flash de Everson Teixeira, que acompanhou o velório do rapaz. Tiago José de Oliveira foi visto com vida pela última vez, no domingo (26), em meio a altas ondas. Os exames no Instituto de Medicina Legal (IML) vão confirmar ou não se o rapaz foi vítima de ataque de tubarão. O velório foi iniciado, na manhã desta quarta-feira (29), e o sepultamento às 16h, no Cemitério de Santo Amaro. Os familiares do universitário se queixam do trabalho realizado pelo Corpo de Bombeiros no sentido de salvar a vida do rapaz. No dia do sumiço, apenas um salva vidas tentou resgatar Tiago José de Oliveira, na praia de Itapuama. Maria José Aguiar, tia do garoto, afirma que o mar estava agitado mas descarta o ataque de tubarão:

Mais Lidas