Criança mordida por cachorro é submetida a cirurgia no HR e não tem previsão de alta médica


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/09/2012 às 8:47
Leitura:
Do Redator de Plantão A menina de cinco anos que teve lesões no lado esquerdo do rosto e ferimentos no braço, está consciente e fora de perigo. Ela foi mordida, no sábado (1º), por um mestiço de pastor alemão, quando estava na casa da avó, no município de Goiana, Mata Norte de Pernambuco. A mãe da criança, Josenilda Mariano, disse que esta foi a primeira vez em que o cachorro apresentou um comportamento agressivo. A criança foi vacinada contra a raiva e recebeu atendimento da equipe de cirurgia buco-maxilar do Hospital da Restauração. Josenilda Mariano conta o que viu durante o incidente entre a filha e o pastor alemão da família. E segue internado na UTI pediátrica do Hospital Português, na Ilha do Leite, o menino de três anos, atacado por uma cadela de raça pitbull. O último boletim médico, divulgado neste domingo (02), diz que a criança apresenta melhoras, mas permanece em estado grave, sedado e entubado. Igor Miguel Conceição da SIlva, que teve lesões no rosto e nos membros, foi ferido pela cadela na última quarta-feira (29), em Ouro Preto, Olinda, Grande Recife. Por conta da confusão em família, gerada após o ataque, a cadela foi morta e as árvores do tio do garoto cortadas.

Mais Lidas