Funase aguarda laudo do IML para abrir sindicância sobre rebelião que deixou um morto no sábado


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/09/2012 às 11:35
Leitura:
Da Rádio Jornal Atualizada às 11h46  A Fundação de Atendimento Socio-Educativo (Funase) vai abrir uma sindicância para apurar as causas da rebelião ocorrida neste final de semana, na unidade de Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife. A assesoria de comunicação da Funase deve se pronunciar através de nota após a divulgação do laudo do IML do adolescente Iuri Wiker Vieira de Lima, 16 anos, que teve o corpo queimado e morreu durante o motim. Saiba mais no flahs de Renato Barros, especial para a Rádio Jornal. O repórter Fábio Mendes, da Rádio Jornal, esteve na manhã desta segunda-feira (03), no Instituto de Medicina Legal (IML), onde conversou com os familiares do garoto.

Mais Lidas