Polícia Militar de Pernambuco orienta população sobre ataques de cães


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 03/09/2012 às 16:42
Leitura:
Da Rádio Jornal Diante dos recentes casos de ataque de cães à crianças no estado, a Polícia Militar orienta a população sobre como agir nestas situações. Em apenas uma semana, duas crianças foram vítimas da agressão de cachorros. Um menino, de apenas três anos, foi atacado por uma cadela da raça pittbul, na última quarta-feira (29), em Ouro Preto, Olinda. O garotinho teve lesões no rosto e nos membros e permanece internado no Hospital Português do Recife, em estado grave, sedado e entubado. O outro caso foi o de uma menina de cinco anos, que foi mordida por um mestiço de pastor alemão no sábado passado (01), em Goiana, Zona da Mata Norte do estado. Ela teve ferimentos no rosto e no braço e encontra-se hospitalizada no Hospital da Restauração, consciente e fora de perigo, já recebeu a vacina contra a raiva e atendimento da equipe de cirurgia buxo-maxilo-facial. A polícia orienta no sentido de responsabilizar o dono do cão em qualquer situação, seja de ataque ou de fuga. Se o cachorro tiver atacando uma pessoa, é o próprio dono quem deve agir. Uma das técnicas utilizadas pela polícia é a utilização de explosivos para afastar o cachorro da vítima. Saiba mais na reportagem de Alessandra Cavalvanti

Mais Lidas