Revolta marca enterro do adolescente que morreu durante rebelião da Funase


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 06/09/2012 às 8:46
Leitura:
Do Redator de Plantão Revolta marca enterro do adolescente que teve corpo repartido e carbonizado durante rebelião da Funase, em Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife. Yury Wilker Vieira de Lima, de 16 anos, havia sido transferido de outra unidade há menos de uma semana. Ele era acusado de participar de um assalto no município de Vitória de Santo Antão e foi entregue à polícia pela própria mãe. A rebelião no Centro de Atendimento Sócio-Educativo, no último sábado (1º), foi liderada por um grupo de internos que reivindica visitas intimas. Como a família do garoto não reconheceu o corpo, o Instituto de Medicina Legal (IML) demorou a autorizar o sepultamento. O resultado do exame de DNA, que vai comprovar a identidade da vítima, deve chegar de Brasília dentro de 20 dias. Os pais de Yury Wilker Vieira de Lima devem ingressar na justiça com uma ação contra o estado com a ajuda do Ministério Público. Ismaene de Lima, tia do adolescente lamenta o desfecho trágico de uma história envolvendo mãe e filho:

Mais Lidas