Governador considera um desafio montar uma frente para as eleições de 2014


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 09/10/2012 às 16:14
Leitura:
Da Rádio Jornal Os olhos da política nacional se voltaram para o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, depois do resultado das urnas, no último domingo (07).  O partido que ele preside, o PSB, conquistou a prefeitura de 433 cidades em todo país. Os analistas políticos acreditam que o fato credencia Eduardo Campos para uma disputa nacional nas eleições de 2014.  Cauteloso sobre o assunto, o governador acredita que é um desafio montar uma frente de partidos nacionalmente, a exemplo do que foi feito aqui no Recife, quando ele conseguiu integrar 14 partidos. Em Pernambuco, 170, das 184 prefeituras têm o PSB seja como prefeito eleito ou na coligação. A vitória do PSB também representou uma derrota para o partido dos trabalhadores. Apesar disso, para o governador, nada muda na relação entre os dois partidos, aliados históricos mas que ficaram em palanques opostos nestas eleições aqui no estado. Nesta quarta-feira (10), Eduardo Campos embarca para Brasília. Vai participar da  runião da executiva nacional do PSB para discutir as eleições de segundo turno. Junto com ele, vai o prefeito eleito do Recife, Geraldo Júlio. Saiba mais o ouça o que o governador falou sobre o assunto na reportagem de Andrea Trigueiro, colaboradora da Rádio Jornal

Mais Lidas