Dentro de casa, Náutico empata com a Portuguesa. Ninguém faz gol nos Aflitos

Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 21/10/2012 às 16:31
Leitura:
Contra a Portuguesa, Náutico encontrou um primeiro tempo difícil nos Aflitos. Após o intervalo, o time alvirrubro intensificou a pressão no adversário, mas a Portuguesa se mostrou melhor e chegou com mais frequência às finalizações; embora nenhuma delas tenha resultado em gol. 0 x 0 justo. Apesar de procurarem o gol, times esbarraram na falta de criatividade e ficaram no empate. PRIMEIRO TEMPO - Náutico e Portuguesa fazem um embate difícil na tarde deste domingo (21). Os dois times se enfrentaram de igual para igual, ambos com oportunidades de abrir o placar durante os primeiros 45 minutos. A Lusa chegou desafiando o Timbu. Começou a partida com muito ataque e uma boa defesa, colocando o Náutico em situações de risco. O time alvirrubro, no entanto, não ficou muito atrás: teve chances, chegou perto do equilíbrio e o placar no intervalo refletiu o balanço. O jogo foi duro e desafiador. Para o segundo tempo, Alexandre Gallo faz uma mudança no time: sai Araújo e entra Rogério. No intervalo, Ralph de Carvalho falou dos primeiros minutos de jogo. Confira o comentário completo através do player abaixo: SEGUNDO TEMPO - O segundo tempo trouxe um jogo duro, que terminou da mesma forma que o primeiro. Gallo substituiu Araújo por Rogério. O placar ficou em 0x0, mas foi um empate aceitável para o Náutico, uma vez que a Portuguesa teve mais chances de marcar e não conseguia finalizar as jogadas, para a sorte alvirrubra. O jogo ficou próximo do equilíbrio: neste segundo tempo, o Timbu fez mais pressão, mas a portuguesa chegava com mais frequência aos finalmentes. Em uma das jogadas, por exemplo, Alemão falhou e deixou a bola para Moisés. O jogador luso chegou até a cara do gol, invadindo até a área, mas perdeu um gol que estava praticamente feito. O Náutico apresentou algumas falhas defensivas e não combinou muitas jogadas com seu maior artilheiro, Kieza, o que tornava difícil seu trabalho de alcançar e acertar a rede tricolor. Além do mais, a vantagem de contra-ataque era da Portuguesa, que colocou seus melhores volantes e, com isso, conseguiu mais oportunidades de gol. No entanto, é importante lembrar que a Portuguesa jogou sem seu maior artilheiro, Bruno Mineiro, o que muda um pouco a perspectiva da avaliação da partida. Com este jogo, o Náutico chegou aos 42 pontos na tabela da série A, em 12º lugar. A Portuguesa segue em 14º, com 39 pontos. Eis o comentário completo de Ralph de Carvalho:

Mais Lidas