Médico veterinário é condenado a 45 anos de prisão por matar irmão e cunhada


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 24/10/2012 às 7:42
Leitura:
Do Redator de Plantão O homem que matou o irmão e a cunhada em Garanhuns, Agreste pernambucano, é condenado a 45 anos e seis meses de prisão. O veterinário Eurico Jorge Branco Monteiro, 43 anos, não compareceu, nesta terça-feira (23), ao fórum da cidade. Equipes da polícia militar já iniciaram as buscas para levá-lo até o Presídio de Arcoverde, no Sertão do Estado. O duplo homicídio foi praticado, em fevereiro de 2004, na casa das vítimas, no bairro de Heliopólis. Clóvis Alves Monteiro Filho, o Clovinho, na época com 32 anos, levou dois tiros e morreu no local. A mulher dele, a enfermeira Lúcia Helena Rezende Bezerra, ainda chegou a ser socorrida, mas não resistiu. De acordo com a polícia, o crime teria sido motivado pela disputa na partilha dos bens da família. Sandra Rezende, mãe da profissional de saúde, afirma que se sente aliviada com a punição do assassino:

Mais Lidas