Reunião definirá obras de habitacional. Grupo sem-teto protesta contra demora


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 24/10/2012 às 15:08
Leitura:
Da Rádio Jornal Cerca de 100 manifestantes ligados ao Movimento de Luta e Resistência pelo Teto, MLRT, ocuparam as dependências da Superintendência Regional da Caixa Econômica Federal, no bairro da Ilha do Leite, região expandida do centro do Recife, nesta quarta-feira (25). O motivo: atraso nas obras de construção de um residencial no bairro do Bongi, na Zona Oeste da capital pernambucana, com previsão de início no mês passado. Segundo o MLRT, a Prefeitura do Recife já liberou alvará de construção e o licenciamento ambiental para execução de 80 moradias em um prazo de 12 meses. De acordo com a Caixa Econômica o projeto apresentado pela Construtora Universo, executora do serviço, apresenta problemas na parte estrutural e  no sistema de esgotamento sanitário. Na manhã desta quinta-feira (25) haverá uma reunião na superintendência entre a construtora, integrantes da comissão de habitação da Caixa e representantes do movimento e será definido os rumos da obra. O Residencial Zilda Maria de Oliveira conta com um custo total de R$ 4.300 milhões. Escute a reportagem de Rafael Carneiro, da Rádio Jornal

Mais Lidas