Por causa da seca, Governo suspende campanha contra da febre aftosa em PE


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 01/11/2012 às 16:36
Leitura:
Da Rádio Jornal O período de estiagem que assola várias regiões do Nordeste também afetou a campanha contra a febre aftosa que seria iniciada nests quinta-feira (01), em 119 dos 184 municípios de Pernambuco. A ação foi suspensa temporariamente por 60 dias e por disso, os rebanhos do Sertão e parte do Agreste vão precisar aguardar até dia 15 de janeiro do ano que vem para uma nova avaliação da situação. O impacto da seca nos animais os deixou debilitados e sem condições para receber a dose da vacina. A campanha está mantida nas Regiões Metropolitana do Recife e Zona da Mata, sendo realizada até o dia 30 de novembro. As duas regiões não estão em estado de emergência por conta da seca. De acordo com a coordenadora do progama estadual de erradicação da febre aftosa em Pernambuco, Késia Alcantaca, ainda afirmou que a Adagro está monitorando as regiões. Segundo ela, os riscos de uma epidemia ou problema maior é muito pequeno, já que os animais são vacinados regularmente a cada seis meses, o que garante uma boa imunidade. Já com relação aos bezerros, a preocupação também é controlada pelo fato deles ainda estarem no período de amamentação. Ouça a matéria de Tiago Graf, colaborador da Rádio Jornal

Mais Lidas