SDS afirma que crimes contra homossexuais não tiveram motivações homofóbicas


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 08/12/2012 às 16:55
Leitura:
Da Rádio Jornal Secretário Estadual de Defesa Social, Wilson Damázio, rebateu as críticas do Movimento LGBT sobre violência homofóbica em Pernambuco. O secretário divulgou nota oficial horas depois da mobilização na Praça da Independência, no centro do Recife, na qual gays, lésbicas, bissexuais e transgeneros protestaram nesta sexta-feira (07) contra a escalada da violência. O Movimento LGBT afirma que este ano 30 homossexuais foram assassinados por conta da opção sexual. Os manifestantes exigem maior agilidade nas investigações para que os responsáveis sejam julgados o mais rápido possível. Wellington Medeiros, integrante da ONG Leões do Norte disse que o poder público tem tratar todos de forma igualitária. Escute, abaixo A Secretaria Estadual de Defesa Social diz que as 30 mortes tiveram outras motivações como latrocínio e drogas. Destes homicídios, a metade, ou seja quinze, já foram remetidos à justiça com autoria identificada.

Mais Lidas