TJ-PE promove mutirão para zerar ações de corrupção no Estado


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 10/12/2012 às 8:59
Leitura:
Do Redator de Plantão Tribunal de Justiça de Pernambuco promove mutirão para zerar ações de corrupção no Estado. A meta é julgar, até o final do próximo ano, todas as 742 ações de improbidade administrativa. Devem ser julgados casos de repercussão, como o escândalo da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), das notas frias e da viagem do ex-prefeito João Paulo à China. O escândalo da Fundarpe veio à tona em 2010, no qual foram constatadas irregularidades em contratos firmados pelo órgão. Outro assunto polêmico foi a viagem do atual prefeito do Recife, João Paulo, e da comitiva de nove pessoas à china, Japão, Índia e Coreia, em 2007. O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco, desembargador Jodeval Nunes, detalha os objetivos da iniciativa:

Mais Lidas