Emoção marca enterro de menina de oito anos atingida por rodas de caminhão no Recife


Da Rádio Jornal
Da Rádio Jornal
Publicado em 12/12/2012 às 7:37
Leitura:
Do Redator de Plantão Emoção marca enterro de menina de oito anos atingida pelas rodas que se desprenderam de um caminhão no bairro de São José, área central do Recife. O corpo de Iohana Leonardo Victor da Silva foi sepultado, na tarde desta terça-feira (11), no Cemitério de Santo Amaro, também localizado na área central da cidade. Familiares, amigos e colegas de escola foram prestar a última homenagem a garota que sonhava em ser veterinária. Ela e a irmã, Ingrid Roberta, de 13 anos, estavam na calçada da Rua Imperial na companhia da avó, Maria do Socorro, de 59 anos. O trio caminhava para a Escola Municipal Reitor José Alfredo, na Ilha do Leite, onde uma das meninas estudava. As três foram atingidas por duas rodas que se desprenderam do caminhão trator Scania placa BIF-5904, de Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana do Recife. Apenas Maria do Socorro continua internada se recuperando da cirurgia de retirada de baço e respirando com ajuda de aparelhos. O pai de Iohana, o operador de bombas José Antônio da Silva, atordoado com tudo o que aconteceu, desabafa: Revoltados com a tragédia, populares chegaram a apedrejar o caminhão na Rua Imperial, bairro de São José. O motorista Jorivaldo Santos de Santana, de 46 anos, ficou no local e prestou depoimento da Delegacia da Joana Bezerra. Os documentos do veículo estão atualizados e uma nova perícia será realizada nesta quarta-feira (11). Aos prantos, a professora Adeilda Maria da Conceição não conseguia entender o por quê da tragédia: Jorivaldo Santos de Santana foi autuado em flagrante pelos crimes de lesão corporal e homicídio culposo. Como a fiança no valor de quatro salários mínimos foi paga, ele deixou ontem a tarde a Delegacia da Joana Bezerra. O motorista vai responder ao processo em liberdade mas pode ser condenado de um a cinco anos. Alberto Carlos, delegado responsável pela ocorrência, afirma que é preciso aprofundar as investigações:

Mais Lidas